Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de agosto de 2006

Sabor de fatos reais (Valdivino Braz)




Tempos de Mula Preta, livro de contos de Nilto Maciel, cearense de Baturité; se destaca, entre outros aspectos, pela atmosfera que o autor consegue imprimir às suas narrativas, conferindo-lhes sabor de fatos reais. Esta atmosfera é elemento imprescindível para assentar, no espaço e tempo recriados pelo escritor, a narrativa de ficção. Ela sustenta a narrativa enquanto verossimilhança do real e, sobretudo, como resultado da manifestação criadora; validada. pelas características próprias do escritor e pela sua maneira individual de ver e assimilar a realidade. Poucos logram, na ficção, o domínio deste elemento que dá clima ao palco de ação das personagens e eleva, desta forma, o texto literário como obra de arte.

Lendo Tempos de Mula Preta, somos transportados para o contexto das personagens, tornando-nos co-partícipes de suas experiências. Por exemplo, no conto "Ave-Marias", em que se experimenta uma atmosfera tensa e que transpira sexualidade; a força do sexo atuando de forma imperativa no comportamento destas mesmas personagens. A atmosfera, no conto, vem aguçada pelo Instinto sexual latente nos homens, nas mulheres e nos animais. Constituída de partes que se Interpenetram, fugindo à linearidade comum do conto, "Ave-Marias" resulta uma unidade que reforça a atmosfera de que vimos falando. Num só conto, Nilto Maciel fornece fatos paralelos que, no conjunto, compõem o clima narrativo. E as personagens se fixam e se fazem convincentes, transferindo para o leitor a experiência de que participam, seguramente conduzidas pelo potencial criador do nosso escritor.

(Jornal O Estado de Goiás, Goiânia, GO, 27/2/1982)
/////