Pesquisar este blog

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Amigos (Ronaldo Monte)




Uma amiga vivia insistindo para que eu entrasse no Facebook. De tanto ouvir suas loas às maravilhas de pertencer a essa rede social, cedi à tentação, mesmo sem saber o que queria dizer uma palavra supostamente tão fácil. “Livro de caras”, supus, e resolvi dar as caras por lá.

Logo de saída, a primeira surpresa. A minha amiga, uma das mais íntimas, veio pedir para ser minha amiga. Será que ela não estava segura da minha amizade? Ou seria a amizade no Facebook uma coisa muito séria, algo assim como uma irmandade secreta, uma maçonaria?

A primeira impressão evaporou à medida em que começou a chover pedidos de gente querendo ser meu amigo. Aí a ficha caiu e comecei a compreender que estava lidando com um outro conceito de amizade. Para ser amigo dessas pessoas, inclusive dos velhos amigos, basta clicar aceitando a amizade e pronto. Não precisa acontecer mais nada entre nós. Não ficamos sabendo onde essas pessoas moram, o que fazem, do que sofrem, a quem amam. Basta ver suas caras sorridentes e ficar feliz com o número crescente de amigos que pingam diariamente na sua página.

Não me sinto bem com essa banalização do conceito de amizade. Na vida real, um amigo é um privilégio que não se obtém com um simples pedido eletrônico. A amizade é um tipo particular de relação amorosa que deve ser conquistada com esforço. Para ser meu amigo, por exemplo, é preciso uma certa dose de masoquismo. Eu sou chato, irônico e mal-humorado. É preciso ralar para ter acesso às minhas parcas qualidades. Tem uma crosta resistente a ser atravessada até atingir o núcleo da minha ternura. São pouquíssimos os que têm paciência para chegar lá.

Pode ser que um dia eu me acostume a ser chamado de amigo pelo pessoal do Facebook. Mas vou logo avisando: não esperem nunca que eu vá aparecer de repente em suas casas exigindo que me sirvam uma refeição com um vinho lá do fundo da adega. Isso é um privilégio que reservo para meus poucos e verdadeiros amigos.


Visite meus blogs:
/////