Pesquisar este blog

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Aos poetas suicidas (Teresinka Pereira)

(Dennis Kann se suicidou a 12 de fevereiro de 2002)






Suas almas ao vento


seus corpos ao céu


da nossa dor.






A morte chegaria tarde demais:


tiveram que ir


ao seu encontro


e nada, nem ninguém


pode evitá-lo.






Poetas desolados:


seu silêncio é uma ferida


em minha voz.


/////