Pesquisar este blog

sábado, 30 de abril de 2011

Poeminha (Silmar Bohrer)





O forjador de universos
a Caçador então retorna,
Silmar e os caros versos,
as rimas, caneta e bigorna.


/////