Pesquisar este blog

domingo, 5 de junho de 2011

A volta (Silmar Bohrer)






O bom retorno à praia
é fato sempre alvissareiro,
além do verso companheiro,
os eflúvios da essência gaia.


Os nossos céus de brigadeiro
com esses ares litorâneos
trazem bafejares consentâneos
pra versejar o dia inteiro.


Nestas frias calendas de maio
tenho me feito de aio
alguma rima a apascentar,


Caminhando pelas areias
desamarro minhas peias
e me vou longe a divagar.

/////