Pesquisar este blog

terça-feira, 19 de julho de 2011

Estátua (Carlos Nóbrega)



A minha ruga da raiva
risca meu rosto de rusga
A minha ruga da dúvida
risca meu rosto de busca.
A minha testa é um texto
que escreve e apaga meu susto
Sim eu tenho esse rosto
que enquanto existe é meu busto
/////