Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Sonho tecido ponto a ponto (Carlos Nóbrega)


De Sol-a-Sol
nós sonhamos.
A rede apojada de sonhos
entorna – e vaza – e transborda – .
... Transborda ...
Nosso sonho fica pingando
em mil labirintos de renda:
O nome disso é varanda.
Varanda de rede.
Varandas.
Que a mão da rendeira transborda.
/////