Pesquisar este blog

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Frustração (Clauder Arcanjo)





Uma prosa disfarçada de poesia.
Ela, arguta e sábia, desvendou-a.
Um pedido de desculpas, rápido.
Cândida, boa, não me amaldiçoou.


Eu, frustrado poeticamente por mim,
Converti todos os meus remorsos
Em ossos de prosa numa folha
Outrora enganosamente poética.

clauderarcanjo@gmail.com

/////