Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Quintal (Carlos Nóbrega)



Quando a noite é clara
sobre o rio manso
a flor da noite
se despetala
sobre a água em dança.
Dá para colher num balde
uns litros de lua.

////