Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

No mar (Silmar Bohrer)















No mar:

As águas, uma canção
embalando meu versejar.
O arrebol, pura alumbração.
É manhãzinha no mar.


Em terra: 

Amanheceu a domingueira
com os doces alaridos,
os joões-de-barro queridos
em cantoria faceira.

/////