Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Caso o tempo decida (Clauder Arcanjo)





Para Lustosa da Costa
(In memoriam)

Caso o tempo decida
Enterrar os ponteiros esquivos,
Ou pintar de branco os segundos,
Pensarei em deixar o hiato de mim,
A solfejar, quem sabe, a sonata final.

Caso o tempo decida
Abandonar os segredos insepultos,
Ou lambuzar de cinza as horas,
Deixarei, à sorrelfa, o espectro de mim,
A tartamudear, você sabe, a praga outonal.

clauderarcanjo@gmail.com
/////