Pesquisar este blog

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Da contenção (Carlos Nóbrega)










Em mim sempre houve
a inquietação do ponteiro dos segundos

Tudo me vem com interjeições
E eu vivendo só de murmúrios!
Oh se eu soubesse escrever
todas as interjeições por que passo,
Se eu pudesse dizer cada pulsão que há na minha vida,
Ah se eu soubesse!

Tantos ohs por viver, meu deus,
E eu nessas economias,
Nesses tristes psius a que me submeto ...

/////