Pesquisar este blog

quarta-feira, 13 de março de 2013

Eterno (Inocêncio de Melo Filho)













Para Francisco Carvalho

Foste embora
Não voltarás mais
Fico por aqui reclamando saudades
Indagando se lembraste de mim
Lendo os versos que me destinaste
Enchendo-me de memórias
Para que fiques sempre em mim
Entre palavras
Sempre vivas
Num tempo que passa
Sem conseguir levá-las.

(07/03/13)

/////