Pesquisar este blog

domingo, 28 de abril de 2013

Vagueando (Carlúcio Bicudo)





 







Quero ser como essa gente:
Pervagando sem rumo certo.
Que alheios males não sentem!
E que, por muitas vezes, desperto.

Quero ser como essa gente:
Perambulando sem ter onde parar,
pois a mente cansada está ciente
do turbilhão incerto, que é amar.

Quero ser como essa gente:
De alma transparente e indolente,
instigando a gente a amar perdidamente.

Quero ser como essa gente:
Destemida que dilacera o coração,
na busca incessante da emoção.

/////