Pesquisar este blog

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Sei de cor (Carlos Nóbrega)












Meu pai olhava para cima
e determinava, meio embevecido,
um princípio estético:
Está bonito para chover.
E o Céu passou a ser bonito
apenas quando não é azul.   

/////