Pesquisar este blog

sábado, 31 de agosto de 2013

Poema (Carlos Nóbrega)
















O pai, a mãe
que os seus ossos
transmitiram-me

duas amantes,
a me cuidar
do que é da carne

sete bispos
alvejando
a minha alma

dois polícias
para o zelo
do meu ouro

um inimigo
que me salve
à indiferença,

Nenhum me dá
um bem maior
do que o poente.

/////