Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Primeiro alvoroço (Clauder Arcanjo)


“O dia é uma roupa nova mal cortada.”
(Xico Sá, em Big Jato)














Manhã assustada, a terra em canseira
Fugindo do amasio com o sol
Nuvens estendendo seu lençol
Homens a imaginar o dobrado
Da chuva. Na bica, na goteira...

Meio-dia, a arribada do tempo
E o testemunho, primeiro alvoroço
Da teimosia, caroço da estiagem:
Estiagem do clima, da alegria, do vento...

Seco o embornal do meu eu-sertanejo.

/////