Pesquisar este blog

domingo, 12 de janeiro de 2014

Poeminha (Teresinka Pereira)
















Nem anjo
nem musa:
sou divagante, lúbrica
e artificial.
Sou dona apenas
de minha pobre poesia
incompleta
e calcinada de ilusões.

/////