Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Astrolábio (Emanuel Medeiros Vieira)


Para Lucas, meu filho


A bússola e o astrolábio:

velas ao vento.

Existe outro Bojador nestes mapas interiores?

Os navegadores estão no exílio:

há faróis neste degredo?

Findou a aventura no mundo.



Singrando-me, cumpro-me.

Além de mim, além da vida:

do pó que serei.
/////