Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Ângulos Imaginários (Carmen Silvia Presotto)




suas sombras
aves migratórias


Cada pétala
um dedo
uma folha
teias de tuas aquarelas


Evaporo
em pensamentos
roço palavras
brinco com os dedos
que assombram as paredes


Fenda nua
pelas janelas das ruas
me emolduro ao fantasma
em que me chamas


Sinto tua respiração
as sílabas silenciosas
e me guardo no sonho em que me esperas...

/////