Pesquisar este blog

domingo, 27 de outubro de 2013

Nesta noite (Inocêncio de Melo Filho)















Não me destine teu desprezo nesta noite
Careço de ti
Porque uma tristeza que desconheço
me rói por dentro
Sejas-me fácil
Não me venhas com os argumentos de praxe
Eles nos esgotam
E tu te vais
Deixando-me só
Sem realizar o que sonhei para nós...



/////