domingo, 27 de outubro de 2013

Nesta noite (Inocêncio de Melo Filho)















Não me destine teu desprezo nesta noite
Careço de ti
Porque uma tristeza que desconheço
me rói por dentro
Sejas-me fácil
Não me venhas com os argumentos de praxe
Eles nos esgotam
E tu te vais
Deixando-me só
Sem realizar o que sonhei para nós...



/////