Pesquisar este blog

segunda-feira, 3 de março de 2014

Cena matinal (Hilda Mendonça)





 









Todo dia, bem cedinho
Quando a cidade acorda,
Lá vão os dois velhinhos...
Pisando de mansinho,
Com seus passos miudinhos...
O velho e a velhinha dele.
Segura o bracinho dela
Como cavalheiro à moda antiga,
Seguem juntos o caminho
Com passinhos miudinhos,
Pisando de mansinho o velho e a velhinha dele
Conversam; como conversam!
O velho e a velhinha dele
Retomam seus assuntinhos
De antevéspera,
De trás anteontem,
Como se novo assunto fosse!
O velhinho e a velhinha
Seguem juntos o caminho...
Estico o meu ouvido curioso,
Querendo ouvir do que falam
A velhinha e o velhinho;
Só consigo ouvir pouquinho
Do eterno assuntinho...

Destino de todos nós.

/////