Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Encantamento (Inocêncio de Melo Filho)

Para Manoela Alcântara

 
Encontrei-a na ceia larga do delírio
Entre mistérios humanos e divinos
As pessoas se multiplicavam
Ao redor da mesa
Contemplando o pão e o vinho
Irmanando-se em cada olhar
Em cada sorriso
E em cada chamado.
Ficamos próximos
A felicidade nos saciou
Deixei-a com irmãos diletos
E me fui encantado
Levando na memória o ósculo
Que deixei na sua mão.
/////